Como se comportar numa entrevista de seleção

A busca de emprego, a entrevista, a venda de uma idéia, a explicação de sua experiência, são momentos onde o entrevistador procura observar o candidato como um todo. Preocupando-se demais em usar as palavras certas e falar o que acreditamos ser o esperado e sem usar jargões, acabamos esquecendo que a linguagem corporal exerce um papel fundamental, pois atrai ou repele as pessoas mesmo antes das palavras serem ditas. O modo de andar, sentar, olhar, a posição da cabeça, gestos, postura e vestuário são observados através desta linguagem, que mesmo sendo universal não é tão conhecida e percebida quanto deveria.

Algumas atitudes são muito importantes:

  • Um sorriso envia uma mensagem especial, de satisfação em vê-lo, prazer em compartilhar um momento. Ao sorrir no contato com clientes, fornecedores, superiores ou mesmo em situação de entrevista, o sorriso indica que você está aberto a novos conhecimentos e que eles são bem vindos à você.
  • Entrar na sala com postura reta, cabeça erguida, olhando nos olhos de quem o (a) recebe, sugere que você está confiante e confiante em suas metas.
  • Entusiasmo dá maior importância e vitalidade ao que você está dizendo. Porém, cabeça muito empinada pode indicar sentimentos de superioridade ou esforço em cobrir algum medo – comportamentos absolutamente dispensáveis.
  • Para transmitir suas idéias e convicções com clareza e objetividade é importante manter contato visual. Olhar nos olhos do interlocutor de forma constante demonstra atenção e aceitação ao que está sendo dito, mas isto não significa que seus olhos não podem desviar-se uma vez ou outra. Olhar cabisbaixo denota decepção e tristeza, levantar as sobrancelhas indica dúvidas. Olhar para os lados significa que você está pensando, não entendeu ou não concorda com o que está sendo proposto.
  • O modo como você se veste também diz muito sobre a sua pessoa. Portanto, capriche na apresentação pessoal, vestindo roupas adequadas para uma situação de entrevista. Não exagere nos acessórios!
  • Cuidado com os vícios de linguagem (né, tá, é mesmo?, então tá….) e com as gírias.
  • Procure responder apenas o que lhe é perguntado em entrevista, mantendo a objetividade e o foco no assunto, falando de modo natural e amigável.

Procure desenvolver uma linguagem corporal que revele você como uma pessoa confiante, atenciosa, de fácil acesso e capaz de resolver qualquer problema.  Procure se comunicar com adequação e objetividade. Para isso não há nada melhor do que a espontaneidade e a naturalidade.

Identifique seus erros. Não se desanime após a reprovação em um processo seletivo. Tente identificar onde pode ter errado, o que poderia ser feito de melhor ou o que deixou de fazer e/ou falar. Corrija da próxima vez.

No dia seguinte ao da entrevista, mande ao entrevistador um e-mail de agradecimento. Nele você pode esclarecer alguns pontos da entrevista, complementar sua fala, ratificar seu interesse pela oportunidade. Seja breve e sucinto. Esta atitude é de muito bom tom.

Mãos a obra e boa sorte!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s