Aprenda a engolir sapos

Quando trabalhava como recepcionista, Jaciara Cristina, 33 anos, teve de aturar diversos desaforos de um patrão pouco simpático. O pior deles foi ser ridicularizada na frente dos clientes após um corte de cabelo. “Ele (o chefe) não gostou e começou a gritar mandando eu mudar o penteado”, lembra. Para não pôr o emprego em risco, a moça se retirou do ambiente e não disse mais nada. “Na hora, tive vontade de responder à altura”, afirma.

Continuar lendo

Anúncios