Siga em frente, não desista…

chefUm açougueiro estava em sua loja e ficou surpreso quando um cachorro entrou.

Ele espantou o cachorro, mas logo o cãozinho voltou.

Novamente ele tentou espantá-lo, foi quando viu que o animal trazia um bilhete na boca.

Ele pegou o bilhete e leu:
– Pode me mandar 12 salsichas e uma perna de carneiro, por favor.
Assinado….

Ele olhou e viu que dentro da boca do cachorro havia uma nota de 50 Reais.

Então ele pegou o dinheiro, separou as salsichas e a perna de carneiro,colocou numa embalagem plástica, junto com o troco, e pôs na boca do cachorro.

O açougueiro ficou impressionado e como já era mesmo hora de fechar o açougue, ele decidiu seguir o animal.

O cachorro desceu a rua, quando chegou ao cruzamento deixou a bolsa no chão, pulou e apertou o botão para fechar o sinal.

Esperou pacientemente com o saco na boca até que o sinal fechasse e ele pudesse atravessar a rua.

O açougueiro e o cão foram caminhando pela rua, até que o cão parou em uma casa e pôs as compras na
calçada.

Então, voltou um pouco, correu e se atirou contra a porta. Tornou a fazer isso. Ninguém respondeu na
casa.

Então, o cachorro circundou a casa, pulou um muro baixo, foi até a janela e começou a bater com a cabeça no vidro várias vezes.

Depois disso, caminhou de volta para a porta, e foi quando alguém abriu a porta e começou a bater no
cachorro.

O açougueiro correu até esta pessoa e o impediu, dizendo:
-Por Deus do céu,o que você está fazendo? O seu cão é um gênio!

A pessoa respondeu:
– Um gênio? Esta já é a segunda vez esta semana que este estúpido ESQUECE a chave!!!

Moral da História:
Você pode continuar excedendo às expectativas, mas para os olhos de alguns, você estará sempre abaixo do esperado.

Qualquer um pode suportar a adversidade, mas se quiser testar o caráter de alguém, dê-lhe o poder.

Se algum dia alguém lhe disser que seu trabalho não é o de um profissional, lembre-se:

Amadores construíram a Arca de Noé e profissionais, o Titanic.

Quem conhece os outros é inteligente.
Quem conhece a si mesmo é iluminado.

Quem vence os outros é forte.
Quem vence a si mesmo é invencível!!

Anúncios

O PARAFUSO – Um conto tecnológico

servicoAlgumas vezes é um erro julgar o valor de uma atividade simplesmente pelo tempo utilizado para realizá-la…
Um bom exemplo é o caso do técnico em informática que foi chamado a consertar um computador gigantesco e extremadamente complexo… um computador que valia 12 milhões de dólares.
Sentado frente ao monitor, apertou umas teclas, balançou a cabeça, murmurou algo a si mesmo e desligou o aparelho.

Tirou de seu bolso uma pequena chave de fenda e girou uma volta e meia a um minúsculo parafuso.
A seguir, religou o computador e verificou o seu perfeito funcionamento.
O presidente da companhia mostrou-se encantado e se dispos a pagar a conta imediatamente.
“Quanto é que lhe devo? “- peguntou.
“São mil dólares pelo serviço efetuado.”

-Mil dólares? Mil dólares por uns momentos de trabalho? Mil dólares por apertar um simples parafusinho? Eu sei que meu computador custa 12 milhões de dólares, mas mil dólares é uma quantidade brutal!
“Efetuarei seu pagamento desde que me envie uma fatura detalhada que justifique a sua cobrança”.

O técnico confirmou com a cabeça o pedido e se foi.

Na manhã seguinte, o presidente recebeu a fatura, a leu com cuidado, balançou a cabeça resolveu pagá-la no ato, sem pestanejar. A fatura dizia:

Detalhe dos serviços prestados

Apertar um parafuso……….. …. …. …. …. … 1 dólar
Saber qual parafuso apertar………….. ….. 999 dólares

Mande a todos os profissionais que dia a dia se defrontam com a falta de consideração com que as pessoas por ignorância não alcançam entendê-los e dê-lhes ao menos um momento de humor.

Reclamar demais pode ser doença, alertam especialistas

Conhece um reclamão –aquela pessoa que nunca está satisfeita com nada?

Se a sua vida não é fácil ao lado dela, a dela pode ser pior ainda. Além de afastar os amigos, quem lamenta demais acaba tendo um sofrimento psicológico desnecessário.

“O reclamão tende a generalizar todas as circunstâncias. O problema está na maneira como ele interpreta a realidade. Pode ter baixa autoestima e sentimento de rejeição. Assim, reclama demais. As relações acabam ficando comprometidas”, afirma Rita Khater, psicóloga da PUC-Campinas (Pontifícia Universidade Católica de Campinas).

Para Geraldo Possendoro, professor de medicina comportamental da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), os reclamões podem ter esse comportamento como um traço de personalidade. “São pessoas muito dogmáticas, absolutistas e pouco flexíveis. Isso acaba trazendo infelicidade”, diz.

Continuar lendo

O Sucesso

Foi escrito por Nizan Guanaes para uma formatura, paraninfo que era de turma na Faap. Olhe só o que este publicitário escreveu…
Deve ser por isso que ele é um dos melhores redatores do mundo e dono da agência DM9.

Merece ser lido ….

“Dizem que conselho só se dá a quem pede. E, se vocês me convidaram para paraninfo, estou tentado a acreditar que tenho sua licença para dar alguns.
Portanto, apesar da minha pouca autoridade para dar conselhos a quem quer que seja, aqui vão alguns, que julgo valiosos.
Não paute sua vida, nem sua carreira, pelo dinheiro. Ame seu ofício com todo o coração. Persiga fazer o melhor. Seja fascinado pelo
realizar, que o dinheiro virá como conseqüência.

Quem pensa só em dinheiro não consegue sequer ser nem um grande bandido, nem um grande canalha.
Continuar lendo

Como vencer os estigmas de ser o “indicado” ou o “filho do dono”?

Trabalhar na empresa dos pais ou conseguir um emprego por meio de uma indicação de um amigo, muitas vezes, trazem ao profissional um estigma não muito favorável, uma vez que muitos colegas associam que a pessoa só está na empresa por causa do vínculo de amizade ou familiar. Por isso, não levam em conta a sua competência. O que fazer para tirar essa impressão no ambiente corporativo?
Continuar lendo

Seja um General

Por Donald Trump

Sou presidente do Conselho de Administração e diretor-presidente da The Trump Organization. Gosto de dizer isso porque essas funções significam muito para mim. Hoje, essa organização conta com mais de 20 mil funcionários. Um dia, publiquei um anúncio em que declarava: “Só trabalho com os melhores”. Essa afirmação ainda é válida.

Continuar lendo